martes, 29 de diciembre de 2009

Apocalípse 2000

Há exatos 10 anos proliferava no Mundo a visão de um próximo Apocalípse. O ano 2000 se aproximava e com ele infaustas premonições eram difundidas sem cesar. Não interessa já que alguns corregissem o início do milênio, argumentando que só o ano 2001 era o portal do século XXI. Na verdade não tem relevância alguma essa pequena correção, está suficientemente demonstrado que Cristo não nasceu no ano 1 da Era Cristiana (que contradição...!) mas provavelmente varios anos antes.

Há 10 anos festejávamos o fato de trocar o número 1 da frente pelo 2 e isto, de não acontecer um câmbio de calendários, o fariamos por 1000 anos mais. Não tinha por trás desta mudança outra transcendência que a de ter escolhido o sistema decimal de notação. E esta eleição, segundo alguns, devemos ao fato de termos 10 dedos, e segundo outros ao mero acaso.

Os apocalípticos de turno, no entanto, não duvidaram em lançar as mais assutadoras previsões para o ano que começaria. Uma delas era apenas técnica: os computadores receberam uma pesada herança de sua época de espartanos recursos: a pouca memória do sistema obrigou os programadores a abreviar os anos aos dois algarismos menos significativos e assim a (19)99 seguiria (20)00. Então, o tempo transcorrido entre um dia do ano de 1999 e outro do ano de 2000 seria de mais de 99 anos negativos para um computador. Este era o famossissimo Y2K Problem. O defeito poderia produzir um efeito em cascata e um colapso generalizado do sistema bancário, financeiro e comercial era temido. Nada disto aconteceu simplesmente porque as corporações tomaram providências e os anos prévios investiram o bastante para evitar problemas*.

O ano 2000 trouxe de presente um fenômeno astronômico que acontece não muito frequentemente, quer dizer, a cada 40 anos aproximadamente: o alinhamento planetário. Na verdade nunca acontece um alinhamento perfeito, este é praticamente impossível porque as órbitas não estão no mesmo plano. Mas considerando o período orbital dos planetas mais lentos, Saturno e Júpiter (descarto Urano e Netuno porque não são vissíveis a olho nû e Plutão porque nem sequer é planeta), 40 anos é o tempo que leva encontrar-se próximos um do outro e essa proximidade deve durar um par de anos pelo menos dada a lentidão de seus movimentos. O período de Marte, de pouco mais de 2 anos, faz com que se agregue a esse encontro em algúm momento. Vênus (~200 dias de periodo) e Mercúrio (~ 90 dias) passarão várias vezes frente aos gigantes. Podemos adicionar a Lua (~28 dias) e a visão noturna será perfeita. Na foto abaixo vemos uma bela conjunção onde só falta Mercúrio.



Fotografia da conjunção de 14 de maio de 2002. Peço desculpas a seu autor porque perdi a referência...


No 5 de maio de 2000 tivemos uma tal conjunção planetária, no entanto esta não seria a melhor. Pelo contrário a de 14 de maio de 2002 seria a que mais objetos simultaneamente colocaria muito próximos. Ou seja, o Apocalípse 2000 viria demorado por dois anos. Além do mais não se tratava de um fenômeno único em milhares de anos, todo contrário, é muito recorrente e nem sequer poderia se dizer que foi um alinhamento perfeito, vejam abaixo a simulação de uma viagem espacial que realizei mostrando como se vê 3D o encontro celestial de maio de 2002.



video
Simulação 3D de uma viagem pelo Sistema Solar em14 de maio de 2002. Partimos da Terra e nos afastamos para ver a órbita dos planetas até Saturno. Pode-se ver que os planetas não ficam sobre uma linha reta e que seus planos orbitais são também diferentes. A simulação foi realizada por meio do programa Celestia


Lembro que naquela época muitos se preparavam para o magno acontecimento. Em Brasil, onde eu morava, teve muita gente que foi até o planalto em torno de Brasilia porque diziam que alí é uma região cósmica. O certo é que o alinhamento de maio de 2000 veio e foi embora, também o de 2002. Os anos foram passando. E hoje celebramos os 10 anos do Terceiro Milênio.

Os arautos do Apocalipse seguem tocando seus trompetes. No entanto ainda estamos aqui. E não duvido que aqui estarão os descendentes de nossos descendentes, para receber o Quarto Milênio.


* Para o ano de 2038 se espera um problema semelhante ao Y2K. O tempo é geralmente armazenado em unidades de 32 bits e contado em segundos a partir do 1 de janeiro de 1970. Em 19 de janeiro de 2038 as 03:14:07 UTC todos os contadores baseados neste sistema voltarão a zero e os programas o interpretarão como 1 de janeiro de 1970. Este problema é conhecido como Y2K38.

No hay comentarios:

Publicar un comentario